segunda-feira, dezembro 31, 2007

Mensagem para 2008

Se arrependimento matasse... todo mundo conhece essa frase e todos nós iremos lembrar dela em algum momento. Eu tenho o coração mole, quem me conhece melhor sabe disso. E o que eu posso fazer para ajudar alguém, com certeza eu o farei. Estava vindo para casa na sexta-feira antes do Natal e parei num sinal. Uma menina de mais ou menos 7 anos veio me pedir um "trocado" e eu não dei. Eu nunca achei certo dar dinheiro para as crianças que ficam nos sinais. Ela olhou para o banco de trás e viu que eu tinha 3 panetones (todos os 3 foram presentes de Natal) e me pediu um. Eu não dei. E até hoje não consigo esquecer aqueles olhinhos me olhando pelo vidro do carro. Não consigo achar uma explicação para eu não ter dado. Eu tive a chance de fazer alguém feliz com uma coisa tão boba! A probabilidade daquela menininha ganhar um panetone no Natal era tão infinitamente pequena. E eu podia ter proporcionado um momento de alegria para ela e tb para sua família. Isso ficou atormentando a minha cabeça durante todo o Natal e, para ser sincera, volta e meia me pego pensando no que aconteceu. Tenho raiva de mim, queria ter uma maquininha para voltar no tempo e parar naquele sinal novamente e ver o sorriso daquela criança ganhando um panetone... Infelizmente não dá para fazer isso. O motivo de estar escrevendo este post é mostrar para vocês que NUNCA devemos perder a chance de ajudar alguém. Se a gente pode fazer, que então façamos. Só fará bem para quem estamos ajudando e melhor ainda para nós mesmos. E depois, carregar a culpa de não ter ajudado é um fardo pesado demais. Que em 2008 nós possamos ser mais caridosos e mais felizes.

Um comentário:

Brandão disse...

Fique tranquila, talvez esta experência faça com que vc não perca oportunidades futuras, pois tenha certeza que elas ocorrerão !!
beijos

;