quinta-feira, dezembro 07, 2006

Ritmo

Há dias em que o simples fato de sair para almoçar faz um bem enorme! Nunca foi tão bom andar pelas ruas da cidade, assistir às brigas entre os camelôs, as buzinas dos carros, as freadas dos ônibus, ver aquele "mundo" de gente atravessando os cruzamentos de forma desordenada, sentir o calor do sol... Fico a maior parte do meu dia sozinha e sem ter ninguém com quem conversar. Isso tem me deixado deprimida e acaba afetando a maneira como eu sou de tal forma que eu tenho me fechado para tudo e todos. Parece que as palavras somem da minha mente, fogem da minha boca e até para escrever alguma coisa tem sido complicado. Parece que nada faz sentido. Vejo os meus dias passarem improdutivos, e a necessidade de fazer algo que me dê prazer está ficando tão forte que as vezes tenho vontade de gritar e mandar tudo às favas! Aí me controlo, respiro fundo, conto até um milhão e sigo em frente. Não há nada que se possa fazer. Aliás, até tem, mas ainda não tenho coragem para isso. Só me resta esperar...

Um comentário:

Mario disse...

Durante muitas noites minhas preces foram para que tudo tomasse um rumo diferente. Era tamanho seu desistímulo e a minha total incapacidade de mudar o rumo das coisas que por muitas vezes até eu estava muito chateado.
Felizmente ouviram nossas preces e eu lhe desejo toda sorte do mundo !!
beijos

;