domingo, julho 22, 2007

O amanhã


Foto: Sebastião Salgado


Na quarta-feira passada fui novamente participar do grupo que entrega as quentinhas para moradores de rua. Cheguei perto de um senhor que estava dormindo na calçada e perguntei se ele aceitava uma quentinha. Ele prontamente se levantou, recebeu a água e a comida e no final falou para mim e para Maridovisk: “Eu adoro vocês, sabiam? Vão com Deus!”. Quando estou prestes a perder a fé no ser humano, me deparo com situações como esta, que renova as minhas esperanças e me faz acreditar num amanhã melhor.

Um comentário:

Brandão disse...

Oi mô !!
A "quentinha" como chamamos reserva uma surpresa a cada semana !! Sempre há algo que nos sensibiliza, que nos estimula a seguir em frente com mais vontade !!
beijos

;